Novidades

O que é o jejum, para que serve e como deve ser feito?

Conheça as orientações e cardápios preparados pela nutricionista Araci Teixeira para um jejum saudável

Esse é o verdadeiro jejum: a abstenção do alimento. No entanto, tem sua importância. Deixar de comer durante todo o dia pode ser um desafio para alguns. Por isso, a nutricionista Araci Teixeira destacou algumas dicas para que a falta do alimento não seja prejudicial à saúde e o jejum seja feito da forma correta. Confira no artigo abaixo:

O que é o jejum, para que serve e como deve ser feito?

Tudo o que Deus nos proveu tem um propósito e uma dessas providências é o jejum. Essa prática deixa a mente mais clara por meio do descanso do trabalho de digestão. A ciência tem comprovado diversos benefícios do jejum, dentre eles uma melhor cognição e um pensar mais claro e lógico. A maioria destas comprovações está entre povos que realizam essa prática, como os cristãos e adventistas do sétimo dia.

Ellen White, uma escritora norte-americana, fala da importância de dar descanso ao organismo por meio do jejum. “Jejuar por breve tempo, dando ao estômago oportunidade de descansar. Reduzir o estado febril do organismo por cuidadosa e inteligente aplicação de água. Esses esforços ajudarão a natureza em sua luta por livrar o organismo de impurezas” (Ellen White, Spiritual Gifts, volume 4, p. 133, 134).

Jejum alimentar é abster-se totalmente de alimentos sólidos, podendo incluir água pura, água com limão ou chás e sucos verdes, sem nenhum tipo de adoçante. Fazer uso de frutas e sucos é uma forma restrita de alimentar-se e não jejum, propriamente, mas já se obtêm imensos benefícios.

Abaixo, segue uma proposta com frutas, sucos e/ou oleaginosas como opção ou para quem não pode fazer o jejum total:

Frutas e/ou sucos poderão ser consumidos a cada três horas, de um a, no máximo, três opções diferentes a cada hora:

  • FRUTAS DOCES: Banana, açaí, maçã vermelha, pera, figo, mamão, fruta do conde, araticum, caqui, uva roxa, frutas secas.
  • FRUTAS SEMI-ÁCIDAS: Pêssego, manga, carambola, romã, damasco, acerola, amora, cajá, figo, maçã verde, uva verde, goiaba, cereja, jaca, goiaba, nectarina, jabuticaba, lima da pérsia.
  • FRUTAS ÁCIDAS: Laranja, tangerina, kiwi, limão, toronja, abacaxi, morango, framboesa, maracujá, pitanga, siriguela, nêspera, tamarindo, framboesa, caju, tangerina, ameixa, cupuaçu.
  • FRUTAS OLEAGINOSAS: Abacate, côco, avelã, castanha do Brasil, damasco, nozes (são neutras podem se usadas com qualquer fruta).
  • FRUTAS MONOFÁGICAS OU HIPER-HÍDRICAS: A melancia e o melão devem ser consumidas sozinhas.

Pode-se combinar semi-ácidas com as doces e as ácidas. O ideal é não misturar as doces com as ácidas, pois pode causar desconforto digestivo e gases.

Sugestões para cada três horas, que podem ser alterados conforme a preferência e disposição da sua região, seguindo as combinações indicadas:

1º hora

  • Banana, amora e abacate;
  • Mamão, carambola e coco;
  • Pêra, jabuticaba e castanhas ou nozes.

2º hora

Poderá ser um suco de uma ou duas frutas ou somente uma fruta:

  • Suco de Abacaxi ou abacaxi;
  • Suco de Laranja ou laranja;
  • Suco de Limão ou kiwi.

3º e 4º hora

Pode-se repetir a primeira sugestão ou a segunda, trocando as combinações ou ainda consumir ou melão ou melancia.

Sugestão de suco:

Suco de couve, abacaxi e limão.

Ingredientes:

  • 1 fatia de abacaxi
  • 2 a 3 folhas de couve
  • Suco de 1 limão
  • 1 copo de água
  • Opcional: gengibre (duas rodelinhas) ou folhas de hortelã.

Modo de preparo

  • Bater a couve o abacaxi no liquidificador;
  • Acrescentar o suco do limão;
  • Beber todo suco, coar e beber (se tolerar bem, beba sem coar).

Atente-se às porções:

Lembre-se que é um programa de jejum e o consumo das frutas e sucos é uma alternativa. Sendo assim, o consumo deve ser moderado, de até duas porções.

1 PORÇÃO de FRUTAS
Abacate 2 colheres de sopa cheias Jaca/Tamarindo 5 bagos grandes
Abacaxi 1 fatia média (70g) Laranja 1 unidade pequena
Açaí (polpa congelada) 3 colheres sopa cheias (70g) Lima da pérsia 1 unidade pequena
Ameixa/figo frescos 2 unidades pequenas Maçã 1 unidade pequena
Ameixa seca 3 unidades Mamão formosa 1 fatia pequena (90g)
Amora 10 unidades Mamão papaia ½ unidade pequena
Acerola 10 unidades Manga espada 1 unidade pequena
Banana maça 1 unidade Manga rosa 1 fatia pequena
Banana prata/ nanica  1 unidades pequena Maracujá 1 unidade
Banana da terra 4 rodelas médias Melancia ½ fatia pequena
Caqui 1 unidades pequena Melão 1 fatia média
Caju 2 unidade pequena Mexerica 1 unidade media
Caja-manga 2 unid.Grandes (90g) Morango 10 unidades médias
Carambola 1  unidade média Pêra 1 unidade média (70g)
Cereja/Framboesa 1 pires (chá) Pêssego 1 unidade média (80g)
Damasco seco 3 unidades Tangerina 1 unidade média
Fruta do conde / Ata 1 unidade média Tâmara desidratada 2 unidades
Goiaba 1 unidade média Tangerina/Mexerica 1 unidade pequena
Jabuticaba 10 unidades grandes Uva passa 10 unidades
Kiwi 1 unidade grande Uva 5 unidades grandes / 10 unidades médias

Como alimentar-se após um. jejum total?

Após o tempo de jejum, seja ele de 12 ou 24 horas, é necessário que o alimento seja introduzido aos poucos, dando preferência ao mais natural, iniciando sempre com vegetais, frutas ou saladas, para não agredir o organismo.

Desjejum

Ao voltar a alimentar-se no desjejum, o aconselhável é iniciar com frutas doces e/ou semi-ácidas, acompanhadas com carboidratos como: aveia, tapioca, pão integral, mingau de quinoa ou granola. Também deve ter fontes proteicas, como: leite de amêndoas, pasta de amendoim, maionese ou pasta de castanhas de caju, pasta de grão de bico (homus), hambúrguer de lentilha/grão de bico/feijão.

Gorduras boas como: leite de côco (de preferência, caseiro) batido com cacau ou banana ou adoçado com estévia ou outro adoçante natural (xilitol, eritritol, taumatina, mel), iogurte de côco, abacate, castanhas, nozes, sementes de gergelim, linhaça ou chia em forma de farinha, sementes de girassol.

Sugestão de desjejum

  • 1 banana e 1 fatia de mamão picados com 2 colheres de sopa de aveia, acrescida de 1 colher de sopa de sementes de girassol e uma colher de sopa de farinha de linhaça;
  • 1 copo de leite de côco morno ou chá de cidreira (erva doce, camomila) ou outro leite vegetal ou suco de fruta;
  • 1 Hambúrguer de lentilha com 1 colher de sopa de pasta de grão de bico.

Almoço

Inicie pela salada, de preferência crua, folhosos verdes escuros, folhosos verdes mais claros, folhosos e outras hortaliças roxas, vermelhas, brancas alaranjadas e legumes e verduras cozidas devem compor 50% do prato. Segue 25% de cereais: arroz integral, milho natural, cevadinha, quinoa, flocos de aveia ou fubá, são mais proteicos do que a classe dos tubérculos: inhame, mandioca, mandioquinha, batata doce, batata inglesa, cará, batata yacon. E, por fim, 25% de alimentos ricos em proteína: Os feijões, ervilha, grão de bico, tofu, ervilha.

Sugestão de almoço

  • Repolho ou acelga, rúcula ou agrião, tomate cereja, cenoura ralada;
  • Brócolis ou couve em flor, ou vagem, ou abobrinha, ou quiabo refogado (pode-se usar mais que um legume);
  • Arroz integral ou quinoa cozida ou polenta de farinha de milho;
  • Feijão ou lentilha;
  • Farofa de gergelim ou grão de bico tropeiro.

Receita do grão de bico tropeiro

 Ingredientes:

1 xícara de grão de bico cozido e escorrido;

4 folhas de couve lavada, cortada em tirinhas finas, ou 1 xícara de brócolis cru cortado em tamanhos pequenos;

2 colheres de sopa cheia de farinha de mandioca ou milho flocado;

2 dentes de alho amassado;

1 cebola pequena picada;

1 pimentão médio picado;

Sal e temperos a gosto;

Cebolinha verde para finalizar.

Modo de preparo

Em uma panela grande ou frigideira, coloque 1 fio de azeite e refogue o alho e a cebola. Em seguida, acrescente o grão de bico e o pimentão. Misture bem, deixando refogar um pouco. Acrescente a couve ou o brócolis incorporando bem o sal e temperos. Finalize com a farinha de mandioca ou milho flocado. Por fim, coloque a cebolinha verde.

Jantar

O jantar após um período de jejum deve ser o mais leve possível. No máximo, até 19 horas, para facilitar a digestão até hora de dormir.

Sugestão de jantar

1 fruta, de preferência semi-ácida ou ácida;

Pão integral torrado ou biscoito integral;

Pasta de grão de bico (homus) ou castanhas de caju;

No máximo, 200 ml de suco de fruta.

Orientações para facilitar o dia de jejum ou dieta alternativa com frutas e/ou sucos:

  • No dia anterior ao jejum, prefira um maior consumo de alimentos crus. Assim não sentirá tanto o impacto do jejum;
  • Higienize os vegetais a serem utilizados e armazene adequadamente na geladeira;
  • Use, de preferencia, centrífuga para fazer os sucos, mas se não tiver, use liquidificador com pouca água e coe o suco;
  • Ao se alimentar, mastigue bem cada bocado. Assim sentirá menos necessidade de alimento.

Que tal usar esta prática mais vezes? Se ainda não faz, experimente uma vez por semana e aproveite para melhorar sua alimentação com mais comida de verdade, aqueles que o nosso Criador nos deixou com uma variedade imensa e com múltiplas formas de preparo!

Nutricionista Araci Cristina Santos Teixeira – CRN – 1 14248.
Instagram: @nutri.cristinateixeira

Facebook Comments Box

sobre PORTAL SAUDE 7

Avatar

Além disso, verifique

Compulsão alimentar: Ligue o seu sinal de alerta

Problema da compulsão tem se tornado mais grave em meio ao período de forte confinamento. …

Deixe uma resposta