Novidades

Joséph Bates (1972 – 1872)

Aos 15 anos de idade, Joseph Bates “embarcou” em um navio comercial. Durante os 21 anos subsequentes, viveu a vida de marinheiro e capitão de navio. Bates voltou a viver uma vida normal em 1828, com uma pequena fortuna. Durante o Despertamento Adventista, o capitão de navio aposentado tornou-se um respeitado evangelista e líder espiritual entre os Adventistas.

No começo 1845, Bates foi providencialmente guiado a uma compreensão da verdade a respeito do Sábado do sétimo dia, e, em 1846, publicou um panfleto de 48 páginas sobre o assunto. O respeitado capitão era o membro mais idoso de nossa igreja pioneira, e tornou-se o primeiro presidente da Associação Adventista do Sétimo Dia local (Michigan, 1861). Ele viveu até os 80 anos. Um dos motivos pelos quais tinha tanta resistência física, a despeito de muitos sacrifícios, era sua maneira simples de alimentação e hábitos temperantes. Bates organizou as primeiras Sociedades de Temperança nos EUA (os membros tomavam um voto de não fazerem uso de bebidas alcoólicas). Bates era um homem muito espiritual, com visão bem definida e a coragem de um leão. Não hesitou fazer sacrifícios quando surgia alguma necessidade.


A História de Joseph Bates – Série: Como Tudo Começou

Esse é o segundo episódio da nossa série de estudos sobre os pioneiros de nossa igreja. Os adventistas creem em uma vida integralmente dedicada a Deus nos aspectos físico, psicológico, emocional e espiritual. Ensinam a respeito desse estilo com base em oito remédios divinos que são água, alimentação saudável, ar puro, luz solar, exercício físico, temperança, repouso e confiança em Deus. Os adventistas possuem um estilo de vida que envolve o descanso semanal no sábado, dia separado por Deus para um relacionamento maior com Suas criaturas. Confiam que Deus age em todas as áreas de sua vida e que Cristo voltará logo para dar a recompensa a todos, justos e injustos.

Facebook Comments
×

Portal Saúde comciência

Cuidar da Saúde é o Princípio de Deus...

× Atendimento Online!