Novidades

Janeiro Branco: Mês da Saúde Mental

A Organização Mundial de Saúde (OMS) está alertando quanto ao crescimento histórico das taxas descontroladas de suicídio, depressão e ansiedade em todo mundo. Dados da OMS mostram que a cada 40 segundos uma pessoa comete suicídio, somada a outras 20 tentativas malsucedidas. Além disso, esse problema tem atingido todas as faixas etárias. Por isso, um grupo de psicólogos elaborou a campanha Janeiro Branco, que incentiva o cuidado da saúde mental e emocional. Além de eliminar preconceitos, esse grupo tenta promover a conscientização sobre a importância de refletir sobre as condições emocionais como fator decisivo para a saúde. Diante disso, a Igreja Adventista do Sétimo Dia também tem apoiado a iniciativa, inclusive em suas contas oficiais em redes como Facebook e Twitter.

“Enfermidades mentais prevalecem por toda parte. Nove décimos das doenças das quais os homens sofrem têm aí sua base.” Mente, Caráter e Personalidade, vol. 1, p. 59, de Ellen White.

Somos bombardeados por informações sobre saúde todos os dias. Redes de televisão, jornais e revistas (impressos ou virtuais), entre outros meios de comunicação, dedicam-se, em algum momento, a transmitir informações sobre cuidados com a saúde. São reportagens sobre as doenças do momento, matérias sobre alimentação saudável e balanceada, prática de exercício físico, medidas de prevenção… Eu tenho certeza que você já leu ou assistiu várias dessas.

Mas e sobre saúde mental? O que você sabe sobre assuntos dessa área? O quanto você cuida dela?

O stress é responsável (direta ou indiretamente) por 80% das doenças que já se tornaram comuns na modernidade, como hipertensão arterial, doenças coronarianas, asma e diabetes, por exemplo. Se este dado lhe surpreendeu, então, leia com atenção alguns dados divulgados pela Organização Mundial da Saúde, de um estudo realizado no início deste século:

Uma em cada quatro pessoas sofre um transtorno mental ou neurológico em algum momento de sua vida.

121 milhões de pessoas sofrem depressão. A cada ano, um milhão de pessoas se suicida, e entre dez e vinte milhões tentam suicídio.

Mais de 25% da população mundial, em algum momento, sofre algum transtorno mental.

Por aqui, já podemos concordar que “Saúde Mental” é um tema que requer a nossa atenção. Será que temos dado a ela a atenção necessária?

Outra informação muito importante, no que diz respeito à saúde mental, é que esta não independe da chamada ‘saúde física’. Apesar de realizarmos essa diferenciação, ela é muito mais didática do que real. Isso porque mente e corpo trabalham de forma integrada, como uma unidade ativa. É por isso que doenças comuns, como as citadas anteriormente, têm sua origem relacionada direta ou indiretamente com o stress. É por isso, também, que pacientes com depressão podem ter perda significativa de peso, e pessoas suam excessivamente quando estão ansiosas. Nosso estado mental afeta nosso estado físico e vice-versa.

Isso significa que qualquer cuidado realizado em prol da saúde requer atenção tanto à saúde física como à mental. Tomar analgésicos pode até fazer sua dor de cabeça desaparecer por algumas horas, mas não resolve as questões emocionais que existem por trás dessa enxaqueca e, deste modo, não solucionam seu problema. Uma pessoa que está acima do peso pode fazer lipoaspiração e cirurgias plásticas, mas a menos que trabalhe a causa de sua obesidade, voltará a estar acima do peso dentro de algum tempo.

Você provavelmente conhece ou já ouviu falar sobre as campanhas de prevenção e combate ao câncer: outubro rosa e novembro azul, mas e o Janeiro branco, você sabe o que significa?

Mobilizar a sociedade em favor da saúde mental, essa é a resposta à pergunta do parágrafo anterior. Vivemos no “século da depressão”, é cada vez maior o número de pessoas diagnosticadas com ansiedade, fobia, pânico, entre outros sintomas reais que tem afetado cada dia mais a vida das pessoas. Tal crescente nos traz um alerta, é preciso cuidar dos aspectos mentais e emocionais da nossa vida. Se você se propor a começar fazer exercícios físicos, um componente muito importante com certeza é o sapato adequado para evitar os impactos, principalmente nos joelhos, faz sentido cuidar do corpo, previne doenças e contribui para um futuro saudável, mas e os impactos emocionais que diariamente nos acometem, por que não vestir algo que amorteça esses impactos também?

O conceito de saúde mental, é a capacidade de administrar a própria vida e suas emoções, é um estado de equilíbrio que proporciona bem estar à pessoa, é estar em contato com a realidade, lidando com as situações diárias sem adoecer. Nem sempre você conseguirá isso sozinho. É por esse e outros motivos que os psicólogos existem e trabalham, é preciso extinguir de vez o tabu que ainda persiste sobre saúde mental, ir ao psicólogo “não é coisa de louco”, isso faz parte de uma cultura ultrapassada, atualmente, é reconhecida a importância do psicólogo no cuidado da saúde mental e emocional, do qual todos nós temos. Buscar ajuda psicológica é sinal de inteligência, é não perder o controle daquilo que controla todo nosso corpo, pensamentos e comportamentos.

O mês de Janeiro representa início e a cor branca simboliza o papel em branco, comece um novo ano escrevendo uma história diferente sobre saúde mental, você pode participar dessa campanha promovendo e/ou participando de palestras, encontros, debates, ajudando a si mesmo e ao próximo, isso não é motivo para vergonha, é um gesto nobre. As escrituras sagradas nos traz o exemplo de uma mulher que soube ouvir, Rute aceitou os conselhos de sua sogra Noemi e hoje é lembrada como modelo de caráter feminino, é claro, que sua fé e obediência à Deus são os principais temas desse livro na Bíblia, mas ouvir e aceitar ajuda fizeram parte da história dessa mulher virtuosa. A sua história ainda está sendo escrita, não deixe o ano passar em branco, quem cuida da mente cuida da vida.

Facebook Comments Box

sobre PORTAL SAUDE 7

Além disso, verifique

Março Lilás: Conscientização e Combate ao Câncer de Colo do Útero

Uma maneira comprovada para prevenir o câncer do colo do útero é a realização de …

Deixe uma resposta