Novidades

A tuberculose ainda preocupa!

A tuberculose, transmitida pelo Mycobacterium tuberculosis, o bacilo de Koch, é provavelmente a doença infecto-contagiosa que mais mortes ocasiona no Brasil.

A doença ainda está na lista das principais causas de morte no mundo. Há uma incidência de 10 milhões de novos casos a cada ano e aproximadamente 1 milhão de mortes anuais. No Brasil, ainda são diagnosticados 200 casos de tuberculose por dia e 4 mil pessoas morrem da doença anualmente.

A doença é diagnosticada por um exame de reação na pele (Mantoux) ou exame de raio x. O órgão afetado de preferência é o pulmão, mas a doença pode afetar outros órgãos como os rins e o cérebro. Os sintomas são tosse profunda, geralmente com sangue. Outros sintomas gerais podem ser febre, suor noturno, cansaço, perda de peso, etc.

Geralmente o principal fator de prevenção é a vacina que deveria ser dada à criança na infância. Adultos que têm um risco aumentado da infecção são aqueles com o sistema imunitário comprometido, tais como: pacientes com AIDS, câncer ou em tratamento com câncer e pacientes tratados com drogas que suprimem o sistema imunitário. Fumar, consumir álcool e drogas também aumenta o risco da tuberculose.

Transmissão

A doença é transmitida por pacientes que são infectados e ocorre quando tossem ou espirram. Um contato casual com estes pacientes não vai transmitir a doença a menos que a pessoa tenha um sistema imunitário comprometido. Em geral, o convívio prolongado com a pessoa infectada pode transmitir a doença mais facilmente. Sabe-se que um estilo de vida saudável pode proteger contra a doença, principalmente estar mais exposto a ar livre, com sol e ar fresco.

Parece que o bacilo de Koch, causador da Tuberculose, não aprecia ambientes ensolarados e com boa circulação de ar. Assim é importante manter as casas arejadas e ensolaradas, mesmo que o sol afete a cor dos móveis. E evitar aglomeramentos de pessoas em lugares fechados, de forma semelhante ao que ocorre com a pandemia de Covid-19. Na verdade, usar máscaras, distância social, lavar as mãos são também válidos para prevenir a transmissão da doença quando uma pessoa está contaminada.

Tratamento

O tratamento da doença consiste em antibióticos que são prescritos por seis meses. Em geral, o problema da doença ainda estar ativa no país ocorre por tratamentos mais curtos que produzem bactérias resistentes aos medicamentos. Durante este período, é importante desenvolver um estilo de vida saudável, evitar o álcool porque pode interagir com a medicação, não fumar, ter horas adequadas de sono, evitar o estresse e não praticar excesso de exercício o que pode suprimir o sistema imunitário.

Em conclusão, a prevenção primária da tuberculose seria a vacina infantil. É importante, também, depois desenvolver um estilo de vida saudável para manter o sistema imunitário em boas condições. Aqueles que têm um risco aumentado devem viver fora das portas o quanto possível e evitar ambientes mal arejados e aglomerações.


Referências:

https://agenciabrasil.ebc.com.br

https://mayoclinic.org

Facebook Comments Box

sobre PORTAL SAUDE 7

Avatar

Além disso, verifique

Lições que aprendi com o coronavírus

A primeira pandemia de coronavírus aconteceu em 2003. A SARS (Severe Acute Respiratory Syndrome – …

Deixe uma resposta